11/07/2018 – CABESP – PLEBISCITO APROVA REFORMA ESTATUTÁRIA

O site da CABESP acaba de divulgar o resultado do plebiscito realizado com a finalidade de deliberar sobre a reforma do estatuto.

TOTAL DE VOTOS    12.673

VOTOS SIM                              9.746 (77%)

VOTOS NÃO                             2.927 (23%)

Com esse resultado foram aprovadas as alterações estatutárias referentes às contribuições dos associados e do Santander, destinadas a equacionar os constantes déficits operacionais verificados nas finanças da CABESP.

As primeiras propostas apresentadas pela CABESP e pelo Santander não nos interessavam, uma vez que previa:

a) elevação da coparticipação de R$ 125,00 para R$ 270,00,

b) aumento do número de procedimentos médicos sobre os quais a copar incidiria (hoje a copar é cobrada somente sobre consultas e exames);

c) cobrança de uma franquia sobre cada internação, que poderia variar entre R$ 500,00 e R$ 1.000,00;

d) a coparticipação seria cobrada de maneira individual e não mais sobre o grupo familiar, isto é, sobre cada pessoa que usasse a assistência médica haveria a cobrança.

A grande desvantagem dessa proposta é que somente nós, os associados, colocaríamos dinheiro, deixando o Banco Santander de fora desses novos encargos.

No entanto, pela proposta aprovada no plebiscito, a contribuição será elevada em setembro deste ano de 2,5% para 4%, no próximo ano de 4% para 5% e em 2020 de 5% para 6%, elevação essa igual para o Santander e para os associados.

A partir de 2020, mediante estudos atuariais, essa contribuição somente poderá ser reduzida e não aumentada, podendo variar no intervalo entre 2,5% e 6%.

Ficou muito claro para todos que para aumentar a contribuição além de 6% serão necessárias novas negociações e nova assembleia em que os associados poderão decidir.

Quanto à coparticipação, ficou decidido que os valores atuais serão mantidos até o próximo ano, quando novos estudos atuariais e novas negociações indicarão se haverá necessidade de alguma alteração.

A aprovação dessa proposta, por intermédio de plebiscito, deveu-se à união entre nossas entidades representativas e a maturidade dos associados, que entenderam a necessidade de resolver no longo prazo os problemas provocados pelos constantes déficits da Cabesp, levando em consideração, inclusive, que no ano de 2040 o patrimônio financeiro se extinguiria, deixando ainda aproximadamente 17.000 vidas sem cobertura para suas necessidades de saúde.

Todos os envolvidos nesse processo de alteração estatutária, sejam eles participantes das entidades representativas, da diretoria da CABESP, dos associados, dos internautas, funcionários e outros, merecem cumprimentos por essa aprovação.

AFABESP – DIRETORIA.

Publicado em NOTÍCIAS
Untitled Document